top of page

Máquina do Tempo 98 FM: 30 Maio, 2022 Morre Milton Gonçalves, um dos mais importantes atores brasile


Lenda das artes cênicas brasileiras, o ator Milton Gonçalves morreu em casa, em 30 de maio de 2022, aos 88 anos, no Rio de Janeiro. A morte foi causada em decorrência de problemas de saúde que ele enfrentava desde que sofreu um AVC, em 2020. O artista se consagrou ao atuar em dezenas de novelas, filmes e peças de teatro.



Trajetória premiada

Milton Gonçalves nasceu em Monte Santo (MG), em 1933. De família humilde, seus pais trabalhavam colhendo café. O futuro artista mudou-se com a família ainda pequeno para São Paulo, onde trabalhou como aprendiz de sapateiro, de alfaiate e de gráfico.

Ele começou sua carreira artística atuando em peças amadoras infantis. Sua estreia profissional aconteceu em 1957 na peça Ratos e Homens, de John Steinbeck, com direção de Augusto Boal. No início da década seguinte, ele conseguiu seu primeiro papel na televisão na série O Vigilante Rodoviário, na TV Tupi.

Ainda na década de 1960, Milton fez parte do primeiro elenco de atores da Rede Globo. Na emissora, fez mais de 40 novelas, além de ter atuado em programas humorísticos e minisséries. Também dirigiu sucessos, como as primeiras versões de Irmãos Coragem (1970) e A Grande Família (1972), Escrava Isaura (1976), e episódios de séries como Carga Pesada (1979) e Caso Verdade (1982-1986).

Como ator, Milton também fez história na primeira versão de Pecado Capital (1975), de Janete Clair. Em trama de horário nobre, o ator interpretou o papel do psiquiatra Dr. Percival, um médico renomado. Até então, era comum que artistas negros ficassem restritos a papéis de empregados, motoristas ou escravos. Em Roque Santeiro (1985), de Dias Gomes, interpretou o promotor público Lourival Prata.

Milton estreou no cinema em 1958, no filme O Grande Momento, de Roberto Santos. Nos anos seguintes, continuou a participar de diversas produções cinematográficas. Em 1975, recebeu o prêmio de Melhor Ator no Festival de Brasília por seu papel no filme Rainha Diaba, no qual interpretou o personagem principal, inspirado em Madame Satã. Militante do movimento negro, Milton Gonçalves chegou a tentar a carreira política, nos anos 90, ao candidatar-se a governador do estado do Rio de Janeiro, em 1994.

Sua atuação como Pai José na segunda versão da novela Sinhá Moça (2006) lhe rendeu a indicação ao prêmio de Melhor Ator no Emmy Internacional. Na cerimônia, apresentou o prêmio de Melhor Programa Infanto-juvenil ao lado da atriz Susan Sarandon. Milton foi o primeiro brasileiro a apresentar o evento.

0 visualização0 comentário

Comments


programas

bottom of page